5 Livros sobre Racismo para Refletir e se Posicionar

A população negra é a mais afetada pela desigualdade e pela violência no Brasil, segundo o Atlas da Violência de 2017. Nesse cenário, os livros sobre racismo ajudam na reflexão e no combate ao preconceito racial.

No mercado de trabalho, pretos e pardos enfrentam mais dificuldades na progressão da carreira, na igualdade salarial e são mais vulneráveis ao assédio moral, afirma o Ministério Público do Trabalho.

Pensando nessas estatísticas, vamos passar aqui algumas sugestões de livros que versam sobre a temática do racismo, trazendo com eles um mundo de intensas reflexões sobre o assunto.

Livros sobre racismo:

1 – Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves

O primeiro dos livros sobre racismo aqui apresentados é de autoria de Ana Maria Gonçalves, ex-publicitária que pediu demissão para se dedicar aos romances. 

Um defeito de cor é a reprodução ficcional da história de Luísa Mahin, mãe do poeta Luís Gama, que participou da Revolta dos Malês, na Bahia.

A história fala sobre Kehinde, protagonista, desde que foi raptada na África e trazida como escrava ao Brasil. A narrativa passa pela busca pelos filhos, o desenvolvimento de sua religiosidade, o recebimento da carta de alforria e seu retorno à África.

Onde comprar: Amazon Saraiva

2 – Na minha pele, de Lázaro Ramos

Neste livro o ator e escritor Lázaro Ramos relata, pelas próprias experiências e vivências, como os negros são de fato excluídos no Brasil.

A autobiografia não é tão comum: o ator chama os leitores a refletirem sobre gênero, ações afirmativas, preconceito e discriminação, compartilhando as dúvidas e descobertas que fizeram parte da sua trajetória.

Onde comprar: AmazonSaraiva

3 – Nem preto, nem branco, muito pelo contrário, de Lília Moritz Schwarcz

Lilia Schwarcz é uma das mais influentes pesquisadoras brasileiras sobre a temática do racismo e da literatura negra.

Neste livro, ela trata sobre a ambiguidade do racismo brasileiro, buscando saber como é possível que todo brasileiro conheça alguém racista, mas ninguém se considere como tal.

O ensaio abrange as relações sociais no país desde a época colonial.  


A autora também se destacou escreveu uma biografia de Lima Barreto, escritor que abordou o racismo em seus romances e ensaios, publicada pela Companhia das Letras.

Onde comprar: AmazonSaraiva

4 – A cor púrpura, de Alice Walker

A história é contada por meio de cartas dirigidas a Deus e à irmã da protagonista: uma menina de apenas 14 anos que é abusada pelo próprio pai, tem filhos dele e se vê obrigada a casar com seu patrão branco, o “sinhô”.

O livro ganhou um prêmio Pulitzer, o Nobel da literatura americana, e depois virou um filme dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Whoopi Goldberg.

Veja também: 8 Livros para dar um Basta à Homofobia

A ausência de Oscars para o filme baseado no livro foi considerada uma amostra de discriminação racial na época, já que muitos críticos o consideraram uma obra riquíssima e muito importante.

Onde comprar: AmazonSaraiva

5 – O Genocídio do negro brasileiro, de Abdias Nascimento

Abdias do Nascimento teve uma história bem difícil.

Foi exilado do Brasil durante a ditadura, e, depois da anistia, atuou como deputado e senador. Foi um dos principais idealizadores do dia 20 de novembro como Dia da Consciência Negra.

É uma sumidade no que se refere à temática de direitos dos negros no Brasil. Neste livro, ajuda a destituir a teoria da “democracia racial” brasileira por meio da sua história de vida, reflexões e críticas.

Onde comprar: Amazon Saraiva

Os livros sobre racismo ainda são uma das melhores maneiras de expor e desconstruir o preconceito existente na nossa sociedade.

Conhece mais algum título que deve estar nessa lista? É só deixar nos comentários!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba direto no seu e-mail os melhores conteúdos do site e... 
CUPONS DE DESCONTO
das principais livrarias
QUERO RECEBER